Seja bem-vindo
Angicos,19/07/2024

  • A +
  • A -

Verdes apontam degradação de serviços públicos e reclamam lei do restauro

noticiasaominuto.com
Verdes apontam degradação de serviços públicos e reclamam lei do restauro

Segundo o comunicado divulgado pelo partido, que hoje reuniu o seu conselho nacional, o estado do Serviço Nacional de Saúde (SNS) é considerado "muito preocupante", para o qual dizem pesar de forma decisiva a "recorrente falta de médicos e de outros profissionais de saúde" e o encerramento frequente de unidades de obstetrícia e pediatria.



Publicidade
Já ao nível da mobilidade, Os Verdes visaram o Governo e o PS pela "falta de vontade política" para materializar o Plano Ferroviário Nacional e defenderam que a concretização é essencial para requalificar a rede ferroviária, "que tem um papel determinante para o desenvolvimento do país e para a mitigação das alterações climáticas".


O conselho nacional do PEV defendeu também que "sejam rapidamente iniciados os estudos" para a construção do aeroporto em Alcochete, bem como a desativação total do aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, quando a nova infraestrutura estiver operacional, sem que haja entretanto mais obras de expansão para permitir o aumento do tráfego.


A adoção em junho da lei do restauro da natureza pelo conselho de ministros do Ambiente da União Europeia, depois da aprovação pelo parlamento europeu, foi saudada pelo PEV.


"Apesar de algumas deficiências que apresenta, esta lei constitui um passo importante para que se possa impulsionar medidas que Os Verdes há muito reivindicam e que são urgentes, apesar de lamentarmos que se continue a fomentar políticas de destruição da natureza, em vez de investimento na prevenção ambiental", pode ler-se na nota divulgada, sem deixar de expressar, ainda assim, preocupação pela existência de mecanismos travão na lei.


Ainda neste âmbito, o PEV alertou para os dois anos que Portugal tem para apresentar um plano nacional de restauro da natureza à Comissão Europeia e expressou "preocupação perante a falta de recursos, humanos e técnicos" do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas, a entidade responsável pela elaboração do documento.


À margem destes temas, o PEV apelou igualmente "à resolução dos conflitos entre povos e nações pela via diplomática", a propósito do Dia Mundial do Desarmamento que se celebra no próximo dia 09 (terça-feira) e enalteceu a realização da marcha Orgulho LGBTI+, que decorreu hoje, em Lisboa.


Entretanto, o conselho nacional d'Os Verdes continuou a preparação da 16ª convenção do partido, que está marcada para 16 e 17 de novembro, em Setúbal.


Leia Também: Verdes reelegem Terry Reintke e elegem Bas Eickhout como copresidentes




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.