quinta-feira, 23 de agosto de 2018

Festival Folclórico de Angicos superou as expectativas do público e dos grupos participantes.


Um grande público compareceu ao largo da Praça José da Penha, no Centro da Cidade, para acompanhar o encerramento do 2º Festival Folclórico de Angicos. Com as cadeiras lotadas, no palco a apresentação foi carregada de emoção e sensação do dever cumprido por parte dos organizadores.



Uma iniciativa da Prefeitura de Angicos, através das Secretarias de Cultura e Educação, o Festival teve início nesta terça-feira (22/8) e abordou o tema: Nosso Povo, Nossa Cultura. O evento contou com uma vasta programação desenvolvida pelas Escolas da Rede Municipal de Ensino.



Ladeado de secretários, o prefeito Deusdete Gomes avaliou de forma positiva o evento ao se pronunciar. O Chefe do Poder Executivo Angicano agradeceu a presença do público e enalteceu a dedicação da equipe de governo organizadora. “A finalidade principal do festival foi conscientizar a população e a classe estudantil para valorização das nossas tradições e crenças. Bem como, preservar as nossas identidades culturais”, destacou o gestor.



Entre as apresentações da noite, o cantor da terra Luan Felipe abriu a segunda noite Cultural do Festival com a música “O Que é Folclore”, de autoria do músico Marcelo Serralva.



Logo em seguida, A aluna, Adriana, do 5ª período da Escola de Jovens e Adultos da Escola Maria Odila, abrilhantou a noite ao recitar uma linda poesia ao lado da professora Marleide Camará. Os alunos da Escola Municipal Manoel Martins (Cabugi), também apresentaram uma exuberante coreografia com o pau-de-fitas da música “Olha Pro Céu” do Rei do Baião, Luiz Gonzaga. Mais uma apresentação com brilho foi a Dança “Ritmo Coco” executada pelos alunos do 1º, 2º e 3º ano que tem como professoras; Kátia, Josefa e Edna.

A Banda Marcial Zélia Alves oriunda da Escola Municipal Maria Odila também teve sua participação durante a noite. O grupo entoou a lambada “Moendo Café”, de Sinval Fonseca, gravada em 1961. Com entusiasmo, os alunos da comunidade do Riacho do Prato apresentaram a cantiga popular “Sambalelê”, gênero cantado e dançado nas brincadeiras infantis. Alunos da turma do 4º ano da Escola Municipal Espedito Alves da professora Íris organizaram uma afeiçoada apresentação intitulada: Sonhando com Lobato com ênfase na obra do Sítio do Pica-pau amarelo.

O grupo de dança ADVENTURE da Escola Municipal Profa. Maria Odila, compostos pelos alunos: Marcos, Éricka, Ana Beatriz, Jadssa, David, Fabiana e Lígia se apresentaram ao público com a dança; do Sítio do Pica-pau Amarelo ao Pará, Um Casamento Matuto Acontecerá. E por fim, o Grupo de Capoeira Cordão de Ouro se proporcionou uma linda exibição.

Assessoria de Comunicação I Prefeitura de Angicos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Administrador

Minha foto
Estudante do Curso - Bacharelado em Administração, apresentador do Programa Radiofônico Celebrando à Cristo da Igreja Evangélica Assembléia de Deus em Angicos, Redator da Coluna "Giro pela Cidade", Titular do Blog Angicos Noticias e blogueiro!