sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Vereadores atropelam determinação da Mesa Diretora da Câmara de Fernando Pedroza e fazem eleição a revelia.

A eleição para escolha da Mesa Diretora do Poder Legislativo da Cidade de Fernando Pedroza para o biênio 2019/2020 foi marcada por rachas na bancada governista. A discussão interna foi exposta no plenário.

Os trabalhos foram conduzidos pelo atual Presidente da Câmara Municipal de Fernando Pedroza, Francimário Araújo [PDT].

Dentro da base de sustentação ao Governo Municipal Pedrozense, dois nomes eram cotados para disputar à presidência da Casa, o Vereador Kleiber da Silva “Tiva” e o edil Karlos Magnus Nunes “Pretinho”. Ambos travaram uma disputa interna para decidir o nome de consenso. Nesta disputa, Tiva teria vencido. Pelo o que a reportagem do Blog Angicos Notícias apurou, os critérios da candidatura do grupo situacionista seria emplacada mediante o maior número de votos obtidos dentro da base na Câmara.

Após contabilizar 4 votos, entre os quais; os vereadores Magnos Paulo [PT], Francimário Araújo [PDT], Keverlan Felix [PMDB] e o próprio Pretinho [SD], o Vereador Tiva teria 5 somados com seu. O parlamentar registrou a chapa do Governo. Para compor a mesa, o próprio Vereador Pretinho chegou a aceitar a indicação de seu nome como vice-presidente na chapa do bloco situacionista. Entretanto, nos intramuros do Palácio Josefa Silva da Cruz os comentários são de que “Pretinho” contrariou a indicação do Grupo situacionista e se rebelou no momento da eleição após receber proposta do Bloco Oposicionista para disputar a eleição na condição de Presidente.

O parlamentar protocolou ofício no mesmo instante solicitando a retirada de toda a Chapa, prejudicando com isso, não apenas a eleição do próprio grupo integrado por ele momentos antes do pleito, mas, tornando inconstitucional a própria eleição, visto que o mesmo pediu a derrubada de toda a Chapa.

De acordo com informação oficiosa colhida pelo blog, os Vereadores atropelaram a Mesa Diretora da Câmara e fizeram a revelia a eleição. O Presidente da Câmara suspendeu o processo da eleição da Mesa Diretora para consultar a assessoria jurídica sobre os procedimentos a serem tomados. 

A Mesa Diretora da Câmara têm a incumbência de administrar a Casa de Leis e conduzir as sessões ordinárias, extraordinárias e solenes. Todas as atribuições e obrigações são estabelecidas pela Lei Orgânica do Município e também pelo Regimento Interno do Legislativo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Administrador

Minha foto
Estudante do Curso - Bacharelado em Administração, apresentador do Programa Radiofônico Celebrando à Cristo da Igreja Evangélica Assembléia de Deus em Angicos, Redator da Coluna "Giro pela Cidade", Titular do Blog Angicos Noticias e blogueiro!